quarta-feira, 26 de março de 2008

Tagged under: ,

Lambda Probe

Muita gente usa o Apache Tomcat como servidor de suas aplicações web em Java, seja diretamente, ou indiretamente dentro de um servidor de aplicações. Hoje, colocar a aplicação no ar é bem fácil mas o monitoramento da aplicação requer conhecimentos técnicos avançados e o mercado não dispõe de ferramentas eficazes para automatizar essa tarefa. Não dispunha... Vamos conhecer agora o Lambda Probe.

O Lambda Probe, ou simplesmente Probe, é uma ferramenta de monitoramento em tempo real do servidor Apache Tomcat. Ele ajuda você a visualizar diversas informações sobre a instância do serviço em uma interface intuitiva e amigável. Na verdade, é uma aplicação web que é implantada (deploy) no servidor. Essa aplicação foi desenvolvida para funcionar especificamente no Apache Tomcat e usa agentes JMX para obter informações sobre o ambiente de execução do serviço. Outros servidores de aplicações que possuem o Tomcat embutido poderão fazer uso dessa ferramenta, como, por exemplo, o JBoss.

Para instalar o Probe, primeiro baixamos o pacote WAR no site do fornecedor. Até o dia deste post, a versão mais atual era a 1.7b (aproximadamente 7 MB). Implante (deploy) esse pacote no seu servidor e acesse a URL através no navegador de Internet - normalmente será http://IpDoServidor:8080/probe/ . Ao acessar a aplicação, será pedido um login e senha de acesso. Use o usuário já configurado no seu Tomcat que possui o papel 'manager' associado. O Probe ainda pode utilizar outros papéis para divisão de tarefas, consulte a documentação da ferramenta.

A primeira tela que é apresentada a você será a que mostra as aplicações que estão implantadas no servidor. Nela, você pode ver o status das aplicações, a quantidade de sessões ativas, a quantidade de atributos na sessão e no contexto, o uso do pool de conexões, e pode iniciar ou parar uma aplicação em apenas um clique.

Clicando sobre o nome de uma aplicação, o Probe levará você a uma tela em que apresentará detalhes sobre aquela aplicação. É possível ver, com mais detalhes, as sessões ativas naquela aplicação (incluindo o IP, o tempo de uso e os objetos colocados lá), os JSPs (ver o código-fonte e compilá-los novamente com um clique na tela), os recursos consumidos pela aplicação, os descritores de contexto e implantação, as servlets desenvolvidas, estimar o tamanho que uma sessão pode consumir por usuário, etc.

Existe uma tela em que é possível obter informações sobre o ambiente no qual o Tomcat está executando, como quantidade de memória RAM disponível, quantidade de memória RAM consumida pela JVM, utilização da CPU pela JVM, etc. É possível também forçar o garbage collector para executar instantaneamente, de acordo com a vontade do administrador do serviço.

Muitas outras informações podem ser conseguidas com o uso dessa ferramenta. São informações úteis para monitorar a sua instância do Tomcat e poder acompanhar se alguma aplicação está degradando a performance geral do servidor, além de instruir qual decisão tomar para melhorar o serviço. Na empresa em que trabalho, usamos essa ferramenta e os resultados obtidos são ótimos.

2 comentários:

JFernand disse...

Vc sabe o que significa o SER? que fica do lado do clustered na lista do projetos na tela inicial do probe ?

Cesar Archanjo disse...

Cesar Archanjo
Excelente conteudo.